NOTÍCIAS

Últimas Notícias

25/09/16

PARCERIA DA COOPERCACHO E IUEES-UFCG realizarão Seminario sobre Economia Solidária em Jaçanã-RN

 A Direção da COOPERCACHO  sentou com as estudantes estagiaras Laiane e Graça Barbosa para discutir sobre o seminário que acontecerá di 29 de setembro em Jaçanã sobre a Economia Solidária com produtores e criadores de caprinos e ovinos do municipio e Região.

COOPERCACHO TRAZ PALESTRA SOBRE FORNECIMENTO DE PRODUTOS DA AF NA SETIMA DIRED STA CRUZ

 No ultimo dia 21 de setembro a COOPERCACHO participou de uma palestra a pedido da Sétima DIRED Sta Cruz-RN onde tratou sobre a entrega dos Produtos da Agricultura Familiar para as 28 Escolas da Rede Estadual de ensino, geridas pela Sétima DRAE da Região Trairi. Na ocasião estavam os diretores das Escolas e aconteceram falas da equipe da DRAE sobre todo o processo. Por ter sido a contemplada com o Edital 01/2016, a COOPERCACHO que estava representada na Pessoa de Edigar Presidente da Cooperativa e a jovem Heloisa Renaly Auxiliar administrativa, fizeram uma apresentação sobre o acordo das entregas dos produtos e falaram sobre a importância do empreendimento assim como quais são os objetivos em favor do Agricultor Familiar do Trairi.




Com aplicativos para celular, eleitores podem fazer denúncias de compra de votos

Smartphones

O TSE  desenvolveu 11 aplicativos para smartphones e tablets para que os eleitores participem mais ativamente do processo eleitoral deste anoMarcello Casal Jr./Agência Brasil
De olho na conectividade cada vez maior dos brasileiros, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desenvolveu 11 aplicativos para smartphones e tablets para que os eleitores participem mais ativamente do processo eleitoral deste ano. Com os apps, é possível acompanhar o resultado das eleições municipais, fazer denúncias de irregularidades e até participar da verificação do número de votos registrados nas urnas eletrônicas. 
“Desde que o processo se tornou informatizado, há 20 anos, o compromisso da Justiça Eleitoral é justamente utilizar os recursos e as funcionalidades que a tecnologia proporciona e evoluir o processo eleitoral na mesma velocidade que evolui a tecnologia”, diz o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino. Os aplicativos estão disponíveis para as plataformasIOS e Android. Atualmente, existem mais de 196 milhões de acessos em internet móvel no país, incluindo 3G e 4G.
Uma das principais apostas do TSE para este ano é o aplicativo Pardal, que permite que os eleitores façam denúncias de propaganda eleitoral irregular, tanto nas ruas como na internet e em veículos de comunicação. A denúncia é feita pelo próprio aplicativo, com o envio de fotos, vídeos ou áudios. Por exemplo, se um eleitor encontrar um outdoor de um candidato na rua, que é proibido, pode tirar uma foto e mandar pelo aplicativo, que automaticamente envia a denúncia para análise do Ministério Público Eleitoral. Também é possível denunciar outras irregularidades como compra de votos, uso da máquina administrativa ou gastos irregulares.
Veja aqui quais são as condutas proibidas aos candidatos.
Em três semanas, o aplicativo já recebeu mais de 25 mil registros de irregularidades de todo o país. Janino estima que o número de denúncias deve subir com a proximidade das eleições, mas destaca que mais importante que isso é o caráter pedagógico das denúncias. “Sabendo que está sendo vigiado pelo cidadão, o candidato tem um comportamento adequado ao que prevê a lei”, diz.
Outra novidade deste ano é o aplicativo Boletim na Mão, que permite que, ao final da votação, os eleitores conheçam os votos depositados em uma urna eletrônica específica. Quando a eleição é encerrada, a urna apura os votos automaticamente e imprime o resultado em papel, que é distribuído para os fiscais e afixado na porta da seção eleitoral. O boletim tem um QR code, que é uma espécie de código de barras que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares com câmera fotográfica. Com esse código, por meio do aplicativo, o cidadão poderá ter as informações dos votos daquela urna para depois comparar com o que é divulgado oficialmente.
“É uma forma de o cidadão comum também acompanhar e auditar o trâmite das informações que saem das urnas eletrônicas. É um processo simples, mas de uma importância estratégica, porque significa que no exato momento em que se encerra a votação o resultado já se torna de conhecimento público. Então, tudo o que acontece dali para a frente é facilmente verificável”, explica Janino.
Com o aplicativo Candidaturas, o eleitor pode analisar os dados de cada candidato, como nome, foto, planos de governo e dados de prestação de contas. O eleitor também pode “favoritar” seu candidato, para acompanhar seu desempenho posteriormente. “Essa é uma característica do eleitor brasileiro, de esquecer do candidato em quem votou, principalmente considerando nos cargos proporcionais”, diz o secretário do TSE.
Alguns aplicativos ainda não estão disponíveis, mas poderão ser baixados nos próximos dias. É o caso do Onde Votar ou Justificar, que informa o local exato de votação e o melhor caminho para que o eleitor vá até sua seção. O aplicativo Resultados, que permite o acompanhamento da totalização de votos em todos os municípios em tempo real, também deve ser disponibilizado em breve. Esse foi o aplicativo mais baixado da Apple Store em 2014 nas vésperas das eleições. Nas eleições 2014, o TSE colocou quatro aplicativos à disposição dos eleitores.
Alguns aplicativos são mais voltados para os funcionários da Justiça Eleitoral, como o Mesários, que disponibiliza informações para quem vai trabalhar nas eleições, como a forma de preparar a seção, a identificação do eleitor e a proibição de propaganda no dia da votação. O QRUEL e oCheckup da Urna são para uso de servidores da Justiça Eleitoral e servem para verificar o funcionamento correto das urnas eletrônicas.
Todos os aplicativos foram desenvolvidos de forma colaborativa por técnicos do TSE e dos tribunais regionais em todo o país. Para o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, essa tecnologia contribui para uma maior participação dos cidadãos no processo eleitoral. “Os aplicativos trazem informações consistentes, de uma forma facilitada, objetiva e didática, e permitem que o eleitor interaja no processo, buscando cada vez mais um processo democrático e rígido com relação ao cumprimento das leis e dos direitos do cidadão brasileiro”, diz.
Veja os aplicativos disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral para as eleições deste ano:
Pardal – Permite a notificação de irregularidades nas campanhas. Ao identificar um problema, o cidadão tira uma foto e, por meio do aplicativo, envia as evidências para a Justiça Eleitoral no estado ou município, que fará a análise da denúncia.
Candidaturas - Permite que o eleitor acompanhe o seu candidato e acesse informações como nome, número, situação do registro de candidatura, cargo, partido, coligação e o link para o site do candidato. O dispositivo também exibe os dados da prestação de contas dos políticos.
Mesários - Leva informações a cerca de dois milhões de colaboradores que participam do processo eleitoral, com instruções, orientações e perguntas e respostas.
Agenda JE - Reúne todos os acontecimentos previstos para as eleições municipais e permite a notificação automática dos os prazos constantes do calendário.
JE Processos - Permite acompanhar o andamento dos processos no TSE e nos tribunais regionais eleitorais.
Eleições 2016 – Reúne informações para o eleitor em uma única tela, como situação do título, orientações sobre justificativa, local de votação, informações sobre propaganda eleitoral e contatos do Disque-Eleitor. Estará disponível nos próximos dias
Onde votar ou justificar – Mostra o local de votação e postos de justificativa em todo o Brasil. Por meio do georreferenciamento, ajuda a traçar o melhor caminho para que o eleitor chegue à sua seção eleitoral. Estará disponível nos próximos dias
Boletim na Mão – Permite que o eleitor confira as informações contidas nos Boletins de Urna, que são impressos após o encerramento da votação e afixados nas seções eleitorais. Estará disponível nos próximos dias
Resultados – Vai permitir acompanhar, em tempo real, os dados do resultado da eleição em todo o Brasil. Também permite selecionar os candidatos favoritos e selecioná-los para acompanhar a apuração. Estará disponível nos próximos dias
QRUEL - Com o app, um servidor da Justiça Eleitoral pode ligar a urna e fotografar o QR Code que aparece na tela. Esse código detalha se a urna eletrônica está operando de forma correta e, caso a urna apresente problema, o TRE poderá substituí-la antes da eleição. Estará disponível nos próximos dias
Checkup da urna - Desenvolvido para uso dos técnicos da Justiça Eleitoral, o dispositivo faz uma checagem das funcionalidades gerais das urnas, o que permite atuar preventivamente na sua manutenção. Estará disponível nos próximos dias

Agencia Brasil.

Sem reforma no Conselho de Segurança, África ameaça deixar ONU

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, afirmou que o continente africano está pronto para sair das Organização das Nações Unidas (ONU), caso seu pedido de reforma do Conselho de Segurança não seja atendido.
Mugabe disse que a União Africana estaria planejando formar um grupo separado para o qual convidaria países como Rússia, China e Índia, se o Conselho de Segurança da ONU não incluir membros do seu continente no próximo ano. 
"Nem todos os membros permanentes do Conselho de Segurança têm uma postura dura. Somente a Grã-Bretanha, França e Estados Unidos. Se eles persistirem, não se queixem depois quando nós formos criar nossa própria organização. Planejamos fazê-lo em setembro próximo, na próxima Assembleia Geral", disse. 
O líder veterano disse que os dirigentes ocidentais não levam em conta a opinião de uma série de países africanos, por isso a ONU corre risco de ficar sem esses estados se a reforma não for feita. "Só a Rússia e a China nos apoiam e os EUA nos contrariam", afirmou o presidente.

22/09/16

PF realiza a 34ª fase da Operação Lava Jato em cinco Estados e no DF

Resultado de imagem para pf
A PF (Polícia Federal) realiza a 34ª fase da Operação Lava Jato na manhã desta quinta (22).
São cumpridos mandados no Distrito Federal e nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia.
Há equipes da PF cumprindo mandados na região do bairro de Pinheiros, em São Paulo, segundo a rádio CBN.
O BandNews TV informa que há agentes federais na frente da casa do ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega. Lá, teriam encontrado apenas o filho de Mantega. Ele estaria em hospital de São Paulo, acompanhando a esposa, segundo o canal de notícias

Documentário produzido pela ONU mostra o empreendedorismo sustentável no Rio

Resultado de imagem para lula em fortaleza
Durante seis meses, 30 alunos da Escola Nacional de Seguros percorreram o município do Rio de Janeiro e a Baixada Fluminense para divulgar, em uma ação voluntária, a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Munidos de seus telefones celulares, eles registraram em imagens iniciativas e negócios criativos que fazem a diferença para a construção de um mundo mais sustentável e, desse trabalho, resultou um documentário de 25 minutos, lançado na noite de hoje (21) no Cine Odeon, no centro do Rio.
O documentário CenaRIO: Sustentabilidade em Ação foi produzido pelo Centro Rio + da ONU, com o apoio da Escola Nacional de Seguros, em uma iniciativa-piloto do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). A produção audiovisual é um legado da Rio+20, a conferência das Nações Unidas ocorrida há quatro anos na cidade e na qual foram lançadas as bases da atual agenda global de ações para preservar os recursos naturais do planeta até 2030.
O filme mostra a força e a criatividade de 16 microempreendedores que adotaram práticas mais conscientes em seus negócios. De acordo com a vice-diretora do Centro Mundial para o Desenvolvimento Sustentável do Pnud – Centro Rio+, Layla Saad, tudo começou com a capacitação do grupo de alunos da Escola Nacional de Seguros.
“Nós mostramos a eles os princípios do desenvolvimento sustentável, o que isto significa para o dia a dia de cada um de nós. E depois falamos: agora é hora de colocar a mão na massa, sair à rua e ver dentro de seus bairros as iniciativas e projetos que você pode identificar, dentro do que aprendeu sobre o desenvolvimento sustentável, que na verdade é harmonizar a paz econômica, social e ambiental", disse.
O resultado desse olhar sustentável sobre Rio de Janeiro, a partir de imagens feitas com telefones celulares, mostra casos como o de Márcia Marinho, que confecciona bolsas tendo como matéria-prima as lonas descartadas de banners publicitários. O trabalho de Márcia foi registrado por Amanda Stenkopf, aluna do 8º período da escola.
“Ela transforma essas lonas, que seriam descartadas, em artigos que nós mulheres usamos habitualmente. Quem usa as bolsas acaba divulgando um conceito”, disse Amanda.  Segundo Marcia, sua produção hoje é de cerca de 500 bolsas por mês e graças ao trabalho de divulgação pelas redes sociais, ela já conseguiu fidelizar uma clientela.
Na confecção, assim como no artesanato e na arquitetura, os casos mostrados no filme contam histórias bem sucedidas de compromisso com a sustentabilidade. O documentário será veiculado em todos os 166 países de atuação do Pnud, que também pretende exportar o modelo de engajamento dos jovens que resultou no projeto.
* colaborou Nanna Pôssa, do Radiojornalismo da EBC no Rio de Janeiro

Agencia Brasil

20/09/16

Governo aumenta salário do Mais Médicos e quer mais brasileiros no programa

Rogério Zeraik Abdalla, anunciam a renovação do Programa Mais Médicos, e apresentam os resultados do acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Elza Fiuza/Agência Brasil)

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, informou hoje (20) que a bolsa dos profissionais que atuam no Programa Mais Médicos será reajustada em 9% a partir do ano que vem e que o convênio de cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), que garante a atuação de médicos cubanos no país, foi renovado por mais três anos.
A meta do governo é fortalecer a participação de médicos brasileiros e gradualmente substituir os profissionais cubanos que completam três anos de trabalho no país. A previsão é que, entre dezembro de 2016 e abril de 2017, cerca de duas mil vagas de cooperados sejam oferecidas em editais a brasileiros. A meta é, em três anos, substituir quatro mil cubanos à medida que os profissionais brasileiros se interessem pelas vagas.
“Há, de fato, uma grande aprovação das ações do Mais Médicos, sempre reconhecendo a qualidade do trabalho dos profissionaisos cubanos. A implantação de novos cursos de medicina produzirá profissionais a mais para que a oferta de brasileiros no mercado possa suprir a demanda que colocamos nos editais. Precisamos que haja uma disponibilização de profissionais brasileiros para realmente ocupar as vagas”, disse Barros, explicando que, enquanto isso não acontece, o convênio com a Opas e Cuba continuará suprindo a demanda.
Hoje, o Mais Médicos tem 18.240 vagas na Atenção Básica de saúde em 4.058 municípios e 34 distritos indígenas. Os profissionais que preenchem essas vagas são 11.429 cooperados cubanos (62,6%), 5.274 brasileiros formados no Brasil (29%) e 1.537 estrangeiros e brasileiros formados no exterior (8,4%). O programa chega a 72,8% dos municípios brasileiros e beneficia 63 milhões de pessoas.
A lei que prorroga o programa por três anos foi sancionada pelo presidente Michel Temer no último dia 12. Com o texto, profissionais intercambistas estrangeiros e brasileiros formados no exterior que participam do Mais Médicos continuarão dispensados da validação dos diplomas de medicina para atuar no país.
Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, recebe novos profissionais que vão trabalhar no Programa Mais Médicos (Elza Fiuza/Agência Brasil)
O programa chega a 72,8% dos municípios brasileiros e beneficia 63 milhões de pessoasElza Fiúza/Agência Brasil
Reajuste
Barros anunciou também o reajuste da bolsa para os profissionais participantes em 9%. O repasse, que era de R$ 10.570 por médico, passa para R$ 11.520 a partir de janeiro de 2017. A prorrogação do programa garante ainda um reajuste anual com base na inflação. Médicos que atuam em áreas indígenas também tiveram aumento nos auxílios-moradia e alimentação, que desde agosto é de R$ 2.750.
Tanto o valor da bolsa quanto o auxílio dos profissionais estão em áreas indígenas e são pagos pelo Ministério da Saúde. Segundo Barros, o impacto do programa no orçamento da pasta é de R$ 2,7 bilhões em 2016. Em 2017, serão investidos R$ 3 bilhões.
Reposição imediata
Os profissionais cooperados que completaram três anos de trabalho no Brasil entre julho e outubro deste ano e tiveram participação prorrogada em decorrência dos Jogos Rio 2016 e do período eleitoral serão substituídos por outros médicos cubanos, conforme as negociações da Opas com o governo de Cuba.
A reposição de cerca de quatro mil cooperados acontecerá até o fim deste ano. Essa é apenas uma medida de reposição e não vai alterar a proporção entre cubanos e brasileiros no programa. Entretanto, aqueles que tenham constituído família no Brasil poderão pedir ao governo de Cuba a permanência por mais três anos no programa.
O representante da Opas no Brasil, Joaquín Molina, explicou que o governo cubano tem seus critérios para destinar os médicos que trabalharão em missões internacionais e que a vaga de trabalho desse profissional em Cuba fica em aberto até que ele retorne ao país.
Caso aquele país não autorize a continuação no programa, o médico poderá participar como estrangeiro não cooperado ou fazer a prova de revalidação do diploma de medicina no Brasil e se submeter às leis de imigração do país.
Mais brasileiros
Uma nova regra também pretende ampliar a participação de médicos brasileiros formados no exterior. Conforme os editais em andamento, poderão ingressar no programa médicos graduados em qualquer país. Antes, só podiam participar profissionais formados em países que possuíam uma proporção maior de médicos do que o Brasil (1,8 médico para cada mil habitantes).
Segundo o ministro, isso abre a possibilidade para brasileiros formados no Paraguai e na Bolívia atuarem no Brasil.
Criado em 2013, o Mais Médicos ampliou a assistência na Atenção Básica levando médicos às regiões com carência de profissionais. Além do provimento emergencial de médicos, o programa visa à formação de médicos e especialistas. Até 2017, a previsão é que sejam criadas 11,5 mil novas vagas de graduação em medicina e 12,4 mil vagas de residência médica.
A iniciativa prevê ainda ações voltadas à infraestrutura, como construções, ampliações e reformas de Unidades Básicas de Saúde.

Senado aprova MPs de renegociação de dívida rural e fim de cargos comissionados

Brasília - Senado faz sessão extraordinária para votar medidas provisórias (Marcelo Camargo/Agência Brasil)O Senado aprovou hoje (20) a Medida Provisória (MP) 733/2016, que beneficia pequenos agricultores das áreas das superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam) com descontos para quitação ou renegociação das dívidas até 29 de dezembro de 2017.
A proposta, que agora segue para a sanção presidencial, deve beneficiar agricultores atingidos pela forte estiagem dos últimos anos. Os benefícios valerão para liquidação de dívidas contraídas até 31 de dezembro de 2011 com o Banco do Nordeste (BNB) ou com o Banco da Amazônia (Basa). Os descontos aplicados variam de 15% a 95% e de 10% a 85%, respectivamente.
Cargos comissionados
O plenário do Senado também aprovou nesta terça-feira a MP 731/2016, que extingue 10.462 cargos comissionados no Poder Executivo destinados a funções de direção, chefia e assessoramento. De livre nomeação e exoneração pelas autoridades responsáveis, os cargos podiam ser ocupados por  sem necessidade de concurso público.

Para efetivar a extinção dos cargos, o Executivo precisará editar decretos presidenciais aprovando as novas estruturas regimentais ou estatutárias dos órgãos nos quais forem alocadas as funções de confiança. Segundo o governo, a medida faz parte do processo de profissionalização administrativa da administração federal. Além disso, de acordo com o governo, haverá redução de despesas de cerca de R$ 250 milhões ao ano.
A MP permite que o Executivo substitua esses cargos por funções de confiança privativas de servidores efetivos. Aprovada com alterações feitas pela Câmara dos Deputados, a proposta também segue para sanção do presidente Michel Temer.
Foro
Os senadores também aprovaram a MP 732/2016, que limita a 10,54% o reajuste do foro e da taxa de ocupação de imóveis da União para o exercício de 2016. O valor equivale ao IGP-M, índice de inflação medido pela Fundação Getúlio Vargas, acumulado em 2015. A matéria seguirá para sanção presidencial.
O reajuste máximo incidirá sobre as Plantas de Valores Genéricos (PVGs), que determinam o valor do metro quadrado.
As duas receitas são devidas quando há utilização privada de terreno pertencente à União e correspondem a 2% (taxa de ocupação) do valor do terreno mais 0,6% (foro). Os valores devidos poderão ser pagos em parcela única ou em até seis cotas por meio de guias do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf).

Agencia Brasil

30/08/16

Protestos contra governo interino de Temer bloqueiam vias de SP

G1
Manifestantes interditam Marginal Tietê (Foto: Reprodução/TV Globo)

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam vias da capital paulista em protesto contra o governo interino de Michel Temer e contra cortes em programas sociais na manhã desta terça-feira (30).
Às 6h50, o grupo interditava totalmente a Marginal Tietê no sentido Rodovia Ayrton Senna. Os manifestantes atearam fogo em pneus nas três pistas, expressa, local e central, na altura da Ponte da Casa Verde.
Às 7h, a Ponte Eusébio Matoso foi interditada por manifestantes no sentido Centro. Um caminhão deixou pneus na via e os manifestantes atearam fogo.
A Marginal Pinheiros na altura da Ponte Transamérica também foi bloqueada por volta das 7h. Há uma barricada com pneus pegando fogo.
A Rodovia Régis Bitteencourt também foi bloqueada na altura do km 272 no sentido da capital paulista. 
Mais cedo, a Avenida Nove de Julho foi bloqueada na altura do Vale do Anhangabaú. O grupo também ateou fogo em pedaços de madeira.
Protesto interdita Marginal Pinheiros (Foto: Reprodução/TV Globo)Protesto interdita Marginal Pinheiros (Foto: Reprodução/TV Globo)
  •  
Marginal Pinheiros está parcialmente bloqueada na altura da Ponte Transamérica por um protesto na manhã desta terça-feira (30) (Foto: Reprodução/TV Globo)Marginal Pinheiros está parcialmente bloqueada na altura da Ponte Transamérica por um protesto na manhã desta terça-feira (30) (Foto: Reprodução/TV Globo)
tópicos:

Raio mata mais de 300 renas na Noruega



Mais de 300 renas morreram na Noruega, atingidas por um raio, informaram nesta segunda-feira as autoridades.
As 323 renas foram encontradas mortas na sexta-feira por um guarda-florestal em Hardangervidda, um parque nacional onde 10 mil renas vivem em liberdade.
Imagens exibidas na televisão mostram os animais mortos, concentrados em um espaço limitado.
"Aconteceu uma tempestade muito forte na sexta-feira na região. Os animais se reúnem quando o tempo fica ruim e estes foram atingidos por um raio", afirmou à AFP Kjartan Knutsen, funcionário da Direção Norueguesa de Meio Ambiente.
"É algo incomum. Nunca antes havíamos visto algo similar em uma escala tão grande", completou.
 Uol Noticias

Em 40 anos, a população idosa vai triplicar no Brasil e passará de 19,6 milhões (10% da população), em 2010, para 66,5 milhões de pessoas, em 2050

idosos-felizes

Em 40 anos, a população idosa vai triplicar no Brasil e passará de 19,6 milhões (10% da população), em 2010, para 66,5 milhões de pessoas, em 2050 (29,3%). É o que aponta publicação lançada ontem pelo IBGE. As estimativas são de que a “virada” no perfil da população acontecerá em 2030, quando o número absoluto e o porcentual de brasileiros com 60 anos ou mais de idade vão ultrapassar o de crianças de 0 a 14.

O que diz esta foto para você?

MANGANDO
 
Copyright © 2013 EDIGAR ABENÇOADO
Criação WebCerto | Loguin